• Hospital Bom Pastor Ijuí

Hospital Bom Pastor implementa nova técnica de antissepsia cirúrgica de mãos

Pensando em qualidade e segurança, mas também redução de custos, o Hospital Bom Pastor implementou uma nova técnica de antissepsia cirúrgica de mãos no Centro Cirúrgico. Nesta semana, os profissionais do bloco participaram do treinamento sobre o uso de Rio Hands Scrub, produto utilizado para remover a microbiota transitória e reduzir a microbiota residente da pele do profissional, evitando a contaminação do bloco cirúrgico durante o procedimento e substituindo as escovas descartáveis.


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (Centers for Disease Control, CDC), o uso das escovas é contra indicado para a realização da antissepsia cirúrgica de mãos, pois a abrasividade da escovação pode causar lesões cutâneas gerando microfissuras que criam reservatórios de microrganismos na pele, podendo contribuir para Infecção do Centro Cirúrgico. O treinamento foi ministrado pelas farmacêuticas Pâmela Peres da empresa Medlive e Luciane Bonamin da empresa Rioquímica.


A especialista de produtos Luciane, explica que através do treinamento realizado no Hospital foi possível implementar uma nova tecnologia, já utilizada em outras instituições, com excelentes benefícios para o hospital e para o meio ambiente. “Capacitamos profissionais da enfermagem, técnicos e enfermeiros, além de médicos cirurgiões e demais profissionais que participam do procedimento cirúrgico. Trabalhamos a importância de executar a técnica da utilização do produto corretamente e dentro do tempo necessário (3 minutos), fizemos o acompanhamento para que não ocorram erros durante esse processo, como por exemplo, abanar as mãos para secar o produto, secar com compressas ou até mesmo utilizar a água e a solução para a realização do procedimento”.


A enfermeira Virgínia Martins destaca que o treinamento foi importante. “Achei bem interessante, porque além de economizar ele traz muitos benefícios como hidratação da pele por exemplo, e vai de encontro com as recomendações da vigilância”.


O produto é dermatologicamente testado e possui compatibilidade com a pele e com as luvas. Foi formulado de maneira a minimizar a utilização de recursos naturais, pois é uma solução sem enxágue, que dispensa uso de compressas ou qualquer outro material absorvente para secagem das mãos e promove um efeito residual de 8 horas.


Com a formulação exclusiva no Brasil, o refil de 1250ml rende aproximadamente 200 escovas, e com isso uma redução significativa do consumo de água, insumos e de descarte de resíduos. Já os profissionais são beneficiados pela economia de tempo devido a facilidade de aplicação e menores danos à pele.









24 visualizações0 comentário