• Hospital Bom Pastor Ijuí

Hospital Bom Pastor Ijuí instala nova torre de vídeo para cirurgias

Atualizado: 5 de ago.

O Centro Cirúrgico do Hospital Bom Pastor Ijuí agora conta com mais um equipamento de última geração: uma nova torre de vídeolaparoscopia. Instalada durante o mês de junho e já em funcionamento, tem trazido mais tecnologia, eficiência, agilidade e bem-estar aos pacientes, pois é um equipamento voltado para procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos e pode ser utilizado em diversas especialidades.


A técnica consiste na inserção de uma câmera de vídeo, que atua como os olhos dos profissionais. A imagem é projetada em um monitor de alta definição, e com um insuflador de alto fluxo de gás CO2 aquecido, para que o sucesso do procedimento seja assegurado. O médico cirurgião geral, Evandro Sperotto relata que a cirurgia de videolaparoscopia é realizada através de pequenos orifícios na pele e neles são passados os trocateres, que insuflam a cavidade com o gás. “A nova torre do Hospital tem uma vantagem que, o gás é insuflado é aquecido e isso reduz ainda mais a dor pós-operatória, diminuindo o uso de medicações. Além disso, promove recuperação mais rápida do paciente e retorno antecipado nas suas atividades laborais, proporcionando maior conforto e segurança. O equipamento acoplado com uma câmera transmite a imagem do interior da cavidade e assim realizamos a cirurgia”.

Além de ter uma qualidade de imagem superior do que as torres mais antigas, também tem alternativas maiores com relação ao software, iluminação e zoom com ampliação de até 10 vezes, para adequação da nitidez. “Toda essa modernidade e benefícios proporcionam uma visão melhor e mais segura das estruturas de dentro da cavidade e isso também facilita para identificarmos corretamente todas as estruturas da cavidade abdominal”, afirma Evandro.


Dentre as vantagens dos procedimentos cirúrgicos realizados em vídeo, destaca-se, baixas incidências de complicações, redução de dor, diminuição do risco de complicações como infecções de feridas pós-operatórias, hérnia no local da incisão da cirurgia hemorragia e consequentemente menor permanência hospitalar.

O médico destaca que os primeiros procedimentos realizados foram tranquilos. “Com um material superior notamos a diferença quando estamos trabalhando. Então as cirurgias transcorreram todas sem nenhuma intercorrência. Esse equipamento nos deixa mais seguros para fazer o procedimento e isso com certeza torna a cirurgia um pouco mais rápida, porque quanto melhor a qualidade da imagem, mais fácil conseguimos identificar as estruturas.


Conforme explica a enfermeira do bloco cirúrgico, Barbara Pereira, com a aquisição deste equipamento, o serviço ofertado pelo hospital aos pacientes se torna ainda mais qualificado e consequentemente garante maior segurança para a equipe médica e de enfermagem, bem como ao próprio paciente que realiza o procedimento cirúrgico. A equipe médica e de enfermagem do hospital recebeu treinamento em dois dias distintos para que houvesse integração de todo time do Centro Cirúrgico. “A cada dia que se passava percebíamos ainda mais que essa tecnologia permite uma intervenção cirúrgica de precisão, com análise detalhada de toda anatomia do paciente. Contudo percebe-se que a ergonomia em vídeocirurgia é uma das bases para o êxito das cirurgias de média e grande complexidade sendo um diferencial nos dias de hoje”, relata Barbara.


A torre de vídeo foi adquirida através de emenda parlamentar no valor de R$ 500 mil, do deputado Federal, Bibo Nunes. Além disso, também foram compradas uma secadora de traqueias, um eletroencefalógrafo e um bisturi elétrico.




20 visualizações0 comentário